Atividades especiais movimentam os alunos do E. Médio

No último dia 24, segunda-feira, atividades especiais movimentaram os alunos do 3º ano do Ensino Médio e do 1º ano do Técnico em Meio Ambiente.

Na série Profissões, o terceiro ano recebeu a visita do mestre em Engenharia da Computação Mateus Fuini, Coordenador em Gestão de Tecnologia da Informação na FATEC. Sendo assim, compartilhou seus conhecimentos acerca dessa nova e fascinante área que oferece amplas possibilidades de atuação no mercado.apresentação palestrantepalestrantevisita mateusOs alunos do curso Técnico em Meio Ambiente, por sua vez, realizaram visita de campo ao SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) e também à Central de Tratamento de Esgoto, ambos no município de Itapira. A pesquisa foi acompanhada pelo Professor Cremilson, que tem como proposta orientar os estudantes de modo que compreendam o que vem a ser sustentabilidade fazendo a relação entre a manutenção dos elementos da natureza e a vida planetária, em si. A visita a tais serviços públicos culminará na elaboração de um relatório individual em que os alunos farão uma pesquisa bibliográfica relacionada ao assunto para comprovação do que foi observado. Segundo o professor e a coordenadora Ângela, que acompanhou os trabalhos, esta atividade tem ainda um cunho social, pois desperta a preocupação dos alunos com o outro, com o meio ambiente e a escassez dos recursos naturais.

saaesaae1saae2saae3

 

 

 

Grupo Ativando em ação

A oficina Ativando, ministrada pela coordenadora Fernanda, constitui um  grupo de ação social que começa a construir propósito a partir dos valores da escola, em especial  o da solidariedade.

Quando souberam que haviam roubado a Casa da Criança, entidade que tinham conhecido e visitado na semana da Páscoa, sentiram-se inconformados e decidiram fazer algo para ajudar.

Sob supervisão da Fernanda, o aluno Fabrício Alati telefonou para a entidade oferecendo ajuda e, sabendo que seria útil a doação de bolachas, organizaram-se em campanha interna e em 3 dias arrecadaram o  suficiente para repor momentaneamente o estoque da entidade.

A alegria das crianças em poder ser útil ficou explícita nos rostos de cada membro do grupo, e Fernanda avalia positivamente o desenvolvimento do mesmo, pois se mostram cada vez mais solícitos em ajudar o próximo.

entrega de bolachas

Alunos da Ativa celebram a cultura indígena

A escola Ativa celebrou neste “Dia do Índio”,  como ainda é conhecido, a história de resistência desses povos em nosso país, informando e vivenciando momentos inspiradores e lúdicos.

Celitacomida e paredecomida na mesaelisaGisleineindiozinhosleticia indiozinhosleticiaocas

Não apenas no dia 19 de abril, mas cotidianamente, é preciso ensinar na rotina escolar a resgatar, compartilhar, valorizar e salvaguardar a cultura dos povos indígenas, que tornaram-se minoria por vir sendo desconsiderado e violentado, há mais de 500 anos, pela cultura dominante e imposições do “homem-branco”.

Para conhecer um pouco das lutas e desafios dos povos indígenas brasileiros, indicamos uma página no facebook: https://www.facebook.com/grupoindigenas/?fref=ts

A todos os indígenas e descendentes desses povos, a Ativa dedica respeito!

Apesar de curta, esta semana rendeu!

Em meio às atividades cotidianas, em que a animação já é uma constante, esta Semana Santa foi abençoada por muitas atividades divertidas e construtivas para as crianças, especialmente do Ensino Fundamental I, que puderam canalizar a energia própria da idade na realização das tarefas propostas.

O 1º ano teve uma oficina de culinária relacionada ao Dia Mundial da Saúde (7 de abril); as turmas do 2º e 3º anos, que também trabalharam o tema, em breve viverão uma experiência culinária semelhante.

Além da visita de Lili (a coelha da aluna Elisa) à escola, Mamãe Coelho também passou por lá trazendo informações temáticas de maneira lúdica e divertida.

Dona da coelha

Nas aulas de inglês eles aprenderam palavras relacionadas à Páscoa e ilustraram Easter Eggs (Ovos de Páscoa). E durante a rotina, as crianças do 1º ano desenvolveram habilidades motoras e artísticas criando sua máscara de coelho e uma árvore contendo seus votos para a Páscoa aos demais alunos da escola.

easter eggsárvore de mensagenscoelhinhos turma Letícia

Pra encerrar a semana, uma atividade de Caça ao Tesouro foi a ferramenta utilizada pelas educadoras para exercício de atenção, cooperação, companheirismo, estratégia coletiva e diversos outros aspectos do trabalho em equipe, tão importante para o desenvolvimento humano.

A todos os alunos e a seus familiares a escola deseja uma Feliz Páscoa!

Arte com sentido

Na última terça-feira (11/04), os alunos do 3º ano do Ensino Médio realizaram uma atividade prática sensorial, juntamente com as educadoras Marcele (Artes) e Simone (Biologia).

A atividade abordou conteúdos relacionados às duas áreas, pois atualmente em Biologia refletem sobre os cinco sentidos (olfato, paladar, visão, audição e tato) e em artes, dialogam sobre o movimento Impressionista, em que os artistas pintavam nas telas suas percepções e impressões acerca do mundo que viviam.

Desta forma os alunos foram convidados a participar de atividades que privavam um sentido e consequentemente aguçavam outros, como por exemplo, a experiência de vendar os olhos e com os pés ou mãos tatear materiais de diferentes propriedades: macio, fofo, duro, áspero, quebradiço, gelado, molhado, etc. Os relatos sobre as sensações sentidas foram os mais variados:  “ Credo, que gelado, que mole, não é gelatina, é? (ao pisar em uma substância mole), “É maçã?” (no momento em que o olfato era privado e o desafio consistia em  identificar o sabor de uma fruta, que na verdade era uma pera), “Parece o mar” (quando a visão estava privada e o som de água se movimentando era emitido), entre muitos outros relatos interessantíssimos.

A atividade foi finalizada com uma roda de conversa, para que os alunos pudessem compartilhar as sensações sentidas e iniciar o processo de criação que serão transformadas em um trabalho artístico.

Crédito das fotos: Lucas de Barros Stringuetti e Luan Garcia.

Ativando supera as expectativas e triplica uma ação social

A oficina de ação social Ativando, planejou uma campanha de Páscoa para presentar crianças de uma entidade assistencial do município e, para tal, solicitou dos familiares dos estudantes da escola a doação de bombons.

A meta era arrecadar chocolate suficiente para serem montados 100 saquinhos, contendo dois bombons em cada. Para a feliz surpresa dos participantes do grupo, no final da campanha haviam sido doados para esta ação o suficiente para triplicar a quantidade de bombons por criança e a montagem de mais 250 saquinhos com 3 unidades cada, para presentear três outras entidades assistenciais locais.

O grupo de estudantes que participa da oficina Ativando ficou muito motivado e agradecido pela colaboração de todos e tirou uma boa lição desta experiência: “Foi muito bacana ver as crianças felizes”.

Para a educadora Fernanda, responsável pela oficina “a ação foi muito gratificante; foi emocionante ver o envolvimento e a alegria dos alunos quando viram que tinham superado a meta estabelecida”.

E diante disso, a escola só tem a comemorar. Ubuntu!

Ética: liberdade ou determinismo?

Este foi o tema de uma proposta realizada na aula de Filosofia para os estudantes do 1º ano do Ensino Médio e Técnico em  Meio Ambiente, desenvolvido pelo Prof. Felipe Nascimento.

A atividade, realizada em grupos, iniciou com a leitura , análise e compreensão do texto homônimo. Na sequência os grupos escolheram um trecho mitológico para interpretar através da linguagem teatral.

Os alunos elaboraram o diálogo, o figurino e o cenário. Ensaiaram e apresentaram para os alunos do 3° ano e os demais colegas da própria turma.

O resultado foi uma aprendizagem conceitual dinâmica e divertida, que ainda potencializou a expressão artística em cada um dos participantes, que surpreenderam toda a equipe.

SAM_7109Irisgrupo vitinhogrupo anaana e andressa