Debate sobre a Composição Corporal é realizado em aula de Educação Física

Nesta semana os estudantes do Ensino Médio participaram de uma aula incomum ministrada pelo Prof. Fábio, de Educação Física, em que refletiram sobre volume e intensidade de modo a saberem diferenciá-los e aplicá-los.

Após aplicação de alguns exercícios, um debate a respeito foi realizado, favorecendo a tomada de consciência, imprescindível nos tempos atuais em que a sociedade incentiva a busca de padrões físicos que muitas vezes desconsideram a saúde e o bem-estar dos adolescentes e jovens.

Conhecer o corpo e a atividade para saber interferir nela de forma mais autônoma é um ganho para os estudantes. Assim, tal proposta contribui para o desenvolvimento da autonomia.

 

Arte dos Vitrais é criada e exposta por estudantes do Ensino Médio

Os alunos do 1º ano do Ensino Médio e Técnico em Meio Ambiente embalaram sua imaginação e deixaram registros de sua criatividade na atividade Arte dos Vitrais, desenvolvida na disciplina de Artes, com a arte-educadora Marcele.

Após pesquisarem sobre a Arte Medieval e as produções artísticas desse período como os vitrais das grandes catedrais, trouxeram esses conteúdos  para a atualidade criando seus próprios vitrais segundo temas relacionados aos seus gostos e emoções.

O resultado foi surpreendente: uma variedade de temas, cores, formas e figuras!

12

 

Role Playing: o papel das emoções diante das escolhas

Baseado no filme “Divertida-mente” de 2015, o Psicólogo Patrick Pereira elaborou em conjunto com a Professora de Português Bárbara Molinari uma atividade prática para os alunos do 1º ano do E. Médio integrado ao Técnico em Meio Ambiente, em que eles puderam interpretar e sentir diferentes emoções diante de um dilema de vida relacionado ao futuro profissional.

A realização da atividade interdisciplinar foi prazerosa ao ponto de os alunos quererem continuar o tema e sugeriram reestruturar o dilema inicial e montar uma peça de teatro. Por isso, nesse momento os professores estão auxiliando-os na produção do roteiro e na adaptação das personagens.

De acordo com Patrick, que é Psicólogo, Psicopedagogo e Professor da Escola Ativa “a vivência prática dá sentido ao conteúdo trabalhado em aula e auxilia no processo de aprendizagem. O aluno aprende vendo, ouvindo, mas também se movimentando e praticando, como um ser total que é.”

SAM_3981SAM_3982SAM_3983SAM_3984SAM_3985SAM_3986

9º ano organiza mesa-redonda sobre Literatura

Os alunos do 9º ano da escola Ativa realizaram uma mesa-redonda na sexta-feira, dia 29 de setembro, com o tema “Literatura Contemporânea e Tecnologia”.

A atividade nasceu de um desafio proposto pela Profª Heloísa, de Língua Portuguesa, após a situação inusitada do poeta paulistano Cesar Veneziani ter demonstrado interesse em conhecer esses alunos,  por terem estudado textos da sua autoria.

A proposta da educadora incluía a elaboração de uma carta  formal aos convidados, o planejamento do evento e seu texto de apresentação, a criação dos materiais para divulgação, um certificado de participação, e a decoração do local.

Organizados em equipes, os alunos desenvolveram cada uma das ações, exercitando autonomia e compromisso, além de entenderem como se organiza um evento cultural dessa natureza.

Além do poeta citado, foram convidadas a Profª de Literatura da escola, Bárbara Molinari e a jovem Marieli Bueno, da cidade de Porto Ferreira (autora de inúmeros romances no formato de e-books), mas ambas não puderam comparecer por motivo de doença. Sendo assim, a professora Heloísa foi convidada pela turma a também participar da mesa.

Aceitando o convite, Helô Bueno -como é conhecida no mundo literário- pautou o seu discurso em índices que comprovam que a tecnologia vem a contribuir para a formação de leitores e escritores nos dias atuais, especialmente entre adolescentes e jovens; e pontuou o importante papel da educação na formação de leitores e escritores. Lembrou ainda que a tecnologia, como sendo “um instrumento novo para facilitar ou resolver as práticas da humanidade”, não se restringe ao mundo digital. Exemplificou que os monóculos com versos, expostos como parte da decoração, também podem ser considerados uma tecnologia voltada para a literatura.

Cesar Veneziani apresentou sua trajetória literária, mencionando a importância da tecnologia para o alcance dos seus objetivos enquanto escritor. No final das explanações, ambos os palestrantes responderam perguntas a eles direcionadas pelo público presente, que apreciou o evento e contribuiu com seu ingresso para a formatura dos alunos. A tão esperada chuva, que chegou pouco antes do início do evento, dificultou a presença de boa parte das pessoas que haviam comprado ingresso antecipado. Como aprendizado, no entanto, esse fato só veio a confirmar que, quando há seriedade no trabalho, a qualidade mantém-se a mesma, independentemente de o público ser pequeno.

Para a coordenadora  Ângela,  do Ensino Médio, ambos os palestrantes trouxeram pontos novos para reflexão, e portanto avaliou o evento de modo positivo. A coordenadora Fernanda, do E. Fundamental, elogiou o envolvimento dos alunos, assessorando-os na organização. O aluno Lucas Consorti também gostou do resultado da mesa-redonda, parabenizando a professora pela iniciativa de lançar-lhes o desafio e acompanhar o processo.

E Helô Bueno encerrou agradecendo aos alunos pela ótima organização e à escola Ativa, que sempre dá aos educadores autonomia para promoverem ações que enriqueçam o aprendizado e proporcionem a experiência aos seus alunos.

22163985_10208124730156450_840857114_o   22171596_10208124733756540_1407852444_o  22163943_1471908896228051_1300309472_o22171823_1471908959561378_636365007_o22172043_1471910126227928_2022801078_o22218118_1471909259561348_1328214679_o22171618_1471908056228135_929191754_o22219221_1471907886228152_33764705_o22197422_1471907612894846_1945175537_o22185109_1471907596228181_86732960_n